quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Cardo leiteiro

Ou cardo do coalho, ou cardo manso ou ainda alcachofra na região centro de Portugal. O Cynara cardunculus é um dos cardos com maior potencial ornamental e paisagístico. De muito fácil germinação é uma planta perene pouco exigente quer de solos quer de água. Além das folhas, que podem atingir um tamanho considerável e cuja cor verde cinza  contrasta bem junto de verdes mais escuros de outros arbustos, oferece generosas e intensas florações entre Maio e Julho que são um eficaz chamariz de insectos e borboletas.

Mas o seu potencial não é apenas ornamental/paisagístico. Em rigor o interesse do Homem por esta planta é muito anterior remontando, pelo menos, ao período romano. Sendo aparentada com a conhecida alcachofra comestível, Cynara scolymus, utilizada na cozinha de outros países e que hoje começa a ser vulgar encontrarmos disponível nos nossos supermercados, esta nossa espécie também fazia parte da alimentação popular sendo utilizados os caules e as folhas quando tenros.

Como indicam os seus nomes vulgares era no passado amplamente utilizada no fabrico de queijos, aproveitando um dos seus elementos químicos - a cardozina, principio activo coagulante, presente nos estames das suas flores. Embora a "industrialização" dos processos de fabrico tenha afastado o coalho de cardo da fabricação de queijo, o sabor característico que o seu uso dava tem levado, nos últimos anos, ao surgimento de iniciativas que visam a sua reintrodução de forma inovadora no fabrico artesanal de produtos de elevada qualidade. Uma dessas iniciativa é o projecto CARDOP, desenvolvido por uma equipa liderada pelo Prof. Paulo Barracosa da ESAV  - Escola Superior Agrária de Viseu, que ao longo dos últimos dois anos e com resultados visíveis têm trabalhado no estudo e e valorização do cardo na produção de queijo DOP Serra da Estrela.

Popularmente também lhe são reconhecidas diversas propriedade medicinais, nomeadamente para o tratamento de problemas hepáticos, e que hoje são alvo da crescente atenção (e valorização!) da industria farmacêutica.

5 comentários:

  1. Bom dia, gostava muito de obter algumas sementes deste cardo, não só pela sua beleza mas também porque gosto de fazer queijo artesanal.

    ResponderEliminar
  2. Viva Graça, como não dispomos do seu email, respondemos-lhe por esta via. Dispomos de sementes de cynara cardunculus nas quantidades disponíveis no catálogo ou superior se pretender. Se puder envie-nos um email para sementesdeportugal@gmail.com. cumprimentos, João Gomes

    ResponderEliminar
  3. Bom dia!
    Gostaria de saber como obter sementes, ou plantas deste cardo.
    O meu email: edm11@sapo.pt
    cumprimentos
    Edmundo

    ResponderEliminar
  4. Olá, como é que eu posso comprar as sementes deste cardo?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Podem ser adquiridas na nossa loja online: www.sementesdeportugal.pt. Se tiver alguma dificuldade contactem-no: geral@sementesdeportugal.pt.

      Eliminar