sexta-feira, 8 de março de 2019

Março - um mês com as mãos na Terra!


Março, um mês que se inicia no Inverno e termina em Primavera, é uma excelente altura para por as mão na terra. Seja para semear e fazer germinar sementes, seja para colocar plantas e árvores na terra. Na prática, um bom para voltar às hortas e jardins e preparar o tempo de usufruir uma Primavera que alongue ainda mais florida pelos meses de Maio a Julho.

E para quem tem dúvidas por onde começar, são diversos os eventos que irão ocorrer até meados de Abril e nos quais teremos o privilégio de estar presentes!


  • Feira de Jardinagem Mediterrânica em Silves - Dia 16 de Março , Sábado, estaremos na 5ª feira de jardinagem de Primavera organizada pela Associação de Plantas e Jardins em Climas Mediterrânicos. Este ano a Feira muda-se da quinta da Figueirinha para as instalações da FISSUL e será uma excelente oportunidade para adquirir plantas e assistir a diversas palestras. Nos iremos lá estar com as sementes das espécies mais emblemáticas que fazem parte do nosso catálogo de pacotes de flora autóctone.
  • Workshop com Noel Kingsbury, Dia 20 de Março, quarta-feira, no Jardim Botânico da Ajuda e co-organizado com a Associação dos Amigos do Jardim Botanico, dedicada ao comportamento das plantas no jardim, numa perspectiva de longo prazo. Noel Kingsbury, actualmente uma referência a nível europeu em "desenhos de plantação", é um reconhecido escritor e paisagista, é especialista em jardins do movimento "New Perennial". Conta com muitos livros editados, e é correspondente do jornal The Daily Telegraph, revista Gardens Illustrated Magazine e da revista The Garden, editada Royal Horticultural Society. Depois da Oficina haverá uma componente prática na matinha do Jardim Botânico onde os participantes plantarão espécies arbustivas autóctones. As Sementes de Portugal são parceiras deste evento e oferecerão a todos os paricipantes pacotes com sementes de algumas das espécies a utilizar como a Roselha, as Pascoinhas, a Murta ou o Piorno.
  • ExpoJardim - De 22 a 24 de Março na FIL Lisboa - Pela primeira vez a Expojardim vai até Lisboa. Serão 3 dias onde será possível  contactar como que de melhor se está a fazer nesta área no nosso país e nós também marcaremos presença em parceria com a Sigmetum, Viveiro especializado em plantas autóctones e com quem temos o privilégio de colaborar desde o início da nossa actividade. Pela primeira vez numa feira de jardinagem em Portugal o potencial ornamental e paisagístico da flora autóctone portuguesa estará presente numa feira de jardinagem!
  • Conferência de Primavera - Se os 3 eventos acima já são motivos mais do que suficientes para que Março seja um mês memorável, A Conferência de Jardinagem de Primavera que se realizará em Évora, de 5 a 7 de Abril, é a coroa de glória. Organizado uma vez mais pela  Associação de Plantas e Jardins em Climas Mediterrânicos e em parceria com a Universidade de Évora e As Sementes de Portugal, será um evento que coloca o nosso país ao nível do melhor que se faz no mundo Ocidental. Uma referência muito particular ás conferencias de Sábado, dia 6, dedicadas ao tema da paisagem mediterrânica numa jardinagem que se quer vibrante, moderna, ecologicamente mais rica e sustentável. Olivier Philippi (www.jardin-sec.com) e  James & Helen Basson (www.scapedesign.com), arquitectos paisagistas reconhecidos,  serão os oradores principais. As palestras são abertas ao público pelo que todos os interessados se poderão inscrever, mediante um pequeno valor - 20 Euros -  junto da Associação. Esta é uma oportunidade única à qual temos uma enorme satisfação de estar associados!

Estamos certos de que não há muitos anos com tantos e tão bons eventos dedicados à jardinagem. Se tivermos ajudado na sua difusão ficamos necessariamente muito contentes! A todos os votos de um bom mês com as mãos na terra!

sexta-feira, 1 de março de 2019

Grão da mesma mó!


Nas sementes de Portugal partilhamos a maior parte das vezes conteúdos relacionados com as espécies autóctones que por aqui evoluíram e que possuem inequívocas qualidades sejam elas ornamentais, paisagísticas, ecológicas ou etnobotânicas. Como se houve dizer..esse é o nosso métier!

Mas quem nos segue sabe que não somos muito ortodoxos e se gostamos de flores, plantas e árvores não gostamos menos da gente que por aqui também se fez evoluir ao longo de séculos. Mal ou bem, com maior ou menor sucesso, tudo discutível, mas com uma certeza: há mais de 800 anos a falar Português, esta língua que obviamente nos ajudou a enformar o nosso carácter enquanto Povo.

E sem querer sermos patrioteiros, é evidentemente óbvio que há algumas coisas pensadas em Português que acrescentam valor à Humanidade. Na nossa e na dos Outros. O último disco de Sérgio Godinho, Nação Valente, é uma dessas coisas.

E muito compreensivelmente a música que aqui partilhamos, Grão da mesma mó, com a participação de David Fonseca, é a nossa preferida. Para nós a continuação, 40 e muitos anos depois, da musica Primeiro dia. Como alguém diria, escrever algo assim precisa de muitos anos de lavoura e Sérgio Godinho lavra há 72 anos!

Permitimos-nos apenas copiar um breve trecho da letra, que a musica merece ser toda ouvida e varias vezes:

"Vê lá o que fazes, há
tanto a fazer
Fazes que fazes
Ou pões sementes a crescer?


Nota - Coincidência ou não, Hoje é o Primeiro dia de Março, o que era o primeiro mês no calendário Romano e consagrado a Marte, Deus da Guerra. Grão da mesma Mó pode muito bem ser ouvido como um cântico nas véspera de uma Batalha! Bom mês de Março!

Semear o Futuro em Aveiro


As Sementes de Portugal são parceiras da Agora Aveiro, associação para a promoção da cidadania activa e participativa, que, entre outras iniciativas, dinamiza o Projecto Plantar o Futuro junto das Escolas da Região. Recentemente, e através deste projecto, dezenas de alunos estiveram envolvidos no lançamento de "bombas de sementes" na Reserva Natural das Dunas de S. Jacinto, em Aveiro. Mas o que é mesmo gratificante para nós é perceber que, mesmo antes de lançadas, todas aquelas sementes já germinaram e vão produzir frutos! Germinaram na mente das dezenas de crianças que participaram! Pois, quem faz e lança as tais "bombas de sementes" aprendeu o essencial: O futuro está nas nossas mãos! Um grande Obrigado a todos aqueles que, em Aveiro, dinamizaram esta iniciativa. É um privilégio colaborar convosco!

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2019

Flores de um olival tradicional


Passado que está a maior parte do Inverno sem que nada tivéssemos publicado neste blogue, regressamos com poucas palavras mas algumas fotos de uma memorável saída de campo em terras de Sicó. 

Por estes dias há já quem tenha dito adeus ao Inverno e veja evidências de que a Primavera já se instalou definitivamente. Na realidade não será bem assim e o mais provável é que sejam apenas umas tréguas, uma pequena Primavera no meio do Inverno tal qual o Verão de S. Martinho no meio do Outono. Até porque o que está em flor agora sempre floriu nesta altura de Fevereiro.

Portanto tudo na altura certa e no sítio certo! A perfeição das flores silvestres num Olival extensivo e tradicional das terras calcárias de Sicó como há, possivelmente, 2000 anos. Vendo isto qual a dificuldade em explicar que estas imagens não rimam nem com Olivais intensivos, nem com pesticidas nem herbicidas?

De cima para baixo, sentido dos ponteiros do relógio, Margaridas-dos-montes (Bellis sylvestris),Lírios-de-amor-perfeito (Iris planifolia), Campainhas-dos-montes (Narcissus bulbocodium)  e Lírio-roxo-dos-montes (Iris subbiflora).

domingo, 30 de dezembro de 2018

2018: Sementes de Portugal em revista


A pouco mais de 24 horas de nos despedirmos de 2018 partilhamos aqueles que foram os momentos mais marcantes do nosso projecto ao longo dos últimos 365 dias. O exercício de passar em revista um ano tem sempre o mérito de nos obrigar a reflectir sobre em que " é que afinal despendemos o bem mais precioso que temos: O tempo em que estamos vivos! E apesar de em regra acharmos que tudo passou muito depressa, o facto é que uma volta completa em torno do Sol, uma ninharia à escala astronómica, dá para fazer muita coisa.

Como 12 imagens não seriam suficientes seleccionámos 18 para sintetizar aquele que foi o 5º ano de vida das Sementes de Portugal, um projecto de iniciativa privada de pequena dimensão cuja aposta  é a de que a flora autóctone pode ter um mercado, e de que é possível ser economicamente viável, sem recurso a subvenções ou subsídios públicos, e ainda cumprir com todas as suas obrigações fiscais e sociais.

Com uma missão: disponibilizar sementes de espécies autóctones a todos aqueles que as procuravam e não encontravam! E com isso contribuir para jardins mais sustentáveis e bosques mais resilientes!

A todos os que nos seguem, e sobretudo àqueles que em 2019 adquiriram sementes de Portugal, o nosso muito OBRIGADO!




quinta-feira, 20 de dezembro de 2018

Votos de um Feliz e Fraterno Natal




Há precisamente um ano partilhávamos os nossos Votos de Natal. Um ano depois temos o privilégio de poder continuar a partilhar os mesmos votos e isso é o que mais importa: poder ter feito mais esta volta em torno do Sol! Daí que repitamos as mesmas palavras: " Estamos a 5 noites da noite de Natal, e daqui em diante será cada vez mais difícil não nos envolvermos no espírito da quadra. E se alguns não se identificam com o Natal do consumo e outros não o celebram por razões religiosas, há um valor intemporal, que nos acompanha e que pode unir todos os seres: O da FRATERNIDADE. O mesmo que, como escrevíamos AQUI, há milhares de anos, em noites muito longas e frias, fazia juntar os nossos antepassados em volta de fogueiras para celebrar a vitória da luz sobre as trevas! Que é precisamente o que acontecerá amanhã, sexta-feira, pelas 22h33m no hemisfério Norte: O solstício de Inverno em que se inicia uma nova estação e o dia regista a sua menor duração - 9h e 27 minutos apenas, conforme partilha o Observatório Astronómico de Lisboa AQUI. Porém é só na noite de dia 24 que as celebrações oficiais acontecem e a humanidade assinala essa gloriosa vitória do Sol sobre as Trevas! A todos os que nos acompanham, os votos de um Feliz Natal. Pleno de fraternidade e onde a indiferença não encontre lugar em nenhum de nós!

quinta-feira, 22 de novembro de 2018

Catálogo Geral de Sementes de Flora autóctone - 2018-2019

Novo Catálogo Geral 2018-2019:  AQUI


Publicamos hoje, pela 6ª vez consecutiva, o nosso catálogo geral de sementes de espécies autóctones de Portugal. Nos anos anteriores procurámos publicá-lo no mês de Setembro, porém essa é uma altura em que muitas das espécies de arbustos e de árvores ainda não frutificou.

Daí que este ano tenhamos optado por aguardar pelos meados de Novembro, até porque estamos em vésperas do Dia oficial da Floresta autóctone. E este é um dia naturalmente significativo para nós. Podemos germinar sementes a maior parte do ano mas esta é a altura perfeita para colocar plantas e árvores na terra dando-lhe tempo para enraizarem até à Primavera e assim suportarem melhor a falta de água no Verão.

A nossa missão, por peregrina que pareça a muitos, continua a ser a mesma: disponibilizar a todos os que o pretendam, sementes do maior número possível de espécies autóctones que ocorrem no nosso país, pois germinar sementes é a melhor maneira de ter por perto as espécies silvestres que, seja qual for a razão que nos mover, quisermos ter por perto!

Jardins sustentáveis, hortas mais bonitas e bosques mais resilientes são as linhas a que obedecem as colheitas que fazemos ao longo de cada ano.

No presente catálogo acrescentámos sementes de mais 20 espécies da nossa flora alcançando as 390!
O catálogo não tem qualquer pretensão cientifica e organiza de forma simples as espécies pelos seus nomes científicos em categorias que são facilmente apreendidas pela maioria das pessoas que se interessam pela nossa flora.  e que nesta edição é constituído pelos seguintes capítulos:


  • Árvores - 45 espécies, tendo sido adicionadas 2 novas espécies:e Pinus sylvestris e Prunus insitita
  • Arbustos e sub-arbustos - 76 espécies - foram adicionadas 6 novas espécies entre as quais destacamos a Ephedra fragilis e a Erica ciliaris
  • Trepadeiras - 15 espécies - mais duas novas, destacando-se a Rosa corymbifera
  • Herbáceas - 212 espécies - Das 7 novas espécies cujas sementes adicionámos a Campanula alata e o Eryngium duriaei colhem as nossas preferências dadas as suas inequivocas potencialidades ornamentais
  • Gramíneas - 25 espécies - nao tendo sido acrescentada nenhuma nova espécie
  • Alhos e bolbos - 19 espécies - Das 3 novas a Narcissus papyraceus é sem sombra de duvida a que mais se destaca.

Sempre que possível acrescentámos ainda o nome vulgar pelo qual a espécie é conhecida. No catálogo deste ano distinguimos também as espécies que além de ornamentais são consideradas como aromáticas, medicinais ou utilizáveis na nossa alimentação. Pelas diferentes categorias podem encontrar-se cerca de 40 dessas espécies, das quais destacamos a Valeriana, a Betónica e a Malva silvestre para dar apenas alguns exemplos.

Terminamos por fim e como já vem sendo nosso hábito com duas referências da maior importância. A primeira, de agradecimento a todos aqueles que nos têm ajudado a trazer á luz do dia este projecto e que das mais variadas formas ajudaram a consolidar este catálogo geral. A segunda, de apelo ao feed-back que qualquer um considere relevante enviar-nos. Todos os comentários, sugestões e criticas, são bem vindos. E essenciais para nós.